arte
arte

ANTÔNIO SAGGESE FUNDA SUA PRÓPRIA NATUREZA NA GALERIA TEMPO

O EXTRATO PITORESCO

Após reunir cerca de 70 trabalhos em exposição no Instituto Tomie Ohtake, em SP, um extrato com 18 trabalhos desenvolvidos pelo fotógrafo Antonio Saggese nos últimos três anos chega ao Rio de Janeiro para a mostra homônima “Pittoresco”, na Galeria Tempo, de Márcia Mello e Carolina Dias Leite.

O título da individual, que abre para o público no dia 24 de agosto e encerra em 23 de outubro, faz referência ao fato de as fotografias impressas em papel e metal dialogarem com a gravura, com a pintura e com uma estética de tempos anteriores à própria invenção da fotografia.

A NOVA PRODUÇÃO

Os trabalhos da mostra são resultados da longa pesquisa de Saggese que o permitiu fundar, com essas obras, sua própria natureza. Nuvens, céus, águas, galhos e folhas são expressas em surpreendentes volumes, cores, linhas, luzes e sombras que emergem do próprio arsenal cultural de Saggese.

“O fotógrafo não está mais interessado em contornos bem definidos, volta-se para os volumes obtidos apenas com luz, para as imprecisões conquistadas com suaves gradações dos tons, para o estranhamento provocado pela opção das cores púrpura ou marrom e alguns contrastes acentuados, intensificados pelo uso do infravermelho”, escreve Márcia Mello sobre a série.

arte

A NATUREZA DE SAGGESE

Segundo Saggese, as imagens técnicas de natureza produzidas nas últimas décadas não carregam mais o mistério ou a fascinação que tanto perturbavam os artistas, os escritores e os poetas de outro tempo. Foi, portanto, na tentativa de resgatar aquele arrebatamento, que ele concebeu as fotografias da mostra Pitoresco. “A própria denominação do conjunto já é provocativa, ou seja, uma espécie de sutileza crítica a fim de mostrar que o trabalho foi criado para atiçar os questionamentos e as dúvidas, e não para cristalizar conceitos - afinal, a idéia primeira de Pitoresco nasce no movimento romântico, final do século XVIII”, afirma Rubens Fernandes, em seu texto para a exposição de São Paulo.

Retirando todas as referências possíveis para o reconhecimento do lugar retratado, Saggese amplia o espaço para imaginário do observador. Abusando de um enquadramento no qual não se identifica a linha do horizonte, e com um acabamento que aproxima os trabalhos à experiência visual com uma tela luminosa, o artista produz imagens soberanas, nos deixando perplexos e, momentaneamente, desorientados.

O SUBLIME ACESSÍVEL

Vivemos em uma sociedade imersa em imagens de má qualidade, e a percepção de que nosso olhar precisa descansar e contemplar é cada vez mais forte. O trabalho de Saggese lida exatamente com estas questões, com o sublime e com o tempo do olhar.

Para tornar o trabalho do artista mais acessível, a Galeria Tempo organizou uma seleção de fotos em papel de algodão em pequeno formato que, durante a mostra, estarão expostas em uma vitrine e serão comercializados em caixas com 2 ou 4 fotos (18x24cm ou 24x30cm) com preços mais acessíveis (R$ 1.100,00 e R$ 1.600,00, dependendo da quantidade de fotos por caixa).

arte

SOBRE O ARTISTA

Antonio Saggese nasceu em São Paulo, em 1950. Graduou-se arquiteto pela USP, é Mestre em Filosofia (Estética) pela FFLCH-USP e Doutor em Filosofia pela USP. Dedica-se à fotografia desde 1969. Viveu em Milão entre 1983/84 fazendo estágios em estúdios de fotografia de moveis e design, como bolsista do governo italiano. Docente no Bacharelado em Fotografia e na Pós-graduação em Fotografia do SENAC, atualmente, também realiza trabalhos fotográficos na área de arquitetura, design e documentação de obras de arte. Seus trabalhos pessoais foram expostos no MASP, MIS/SP, MAM/SP, SESC POMPÉIA, Bienal de SP, MAM/RJ, FUNARTE/RJ, Bienal de Havana etc. Participou do primeiro Arte-Cidade e fez parte da primeira seleção da Coleção Pirelli Masp, da Bolsa Vitae em 1992 e do prêmio Marc Ferrez em 1986 e 1996. Seu trabalho pode ser visto no arquivo multimeios do Itaú Cultural, no site www.saggese.com e em um lindo livro da Editora Cosac Naify.

arte

SAGGESE E A GALERIA TEMPO

Mesmo sendo sua primeira individual na Galeria Tempo, Saggese já participou, desde 2007, de várias coletivas no espaço, como: “Tramas do Olhar” (curadoria de Vanda Klabin) e “Corpo-Imagem” (curadoria de Márcia Mello). Seu trabalho tem sido apresentado, com sucesso, na SP Arte (edições de 2007/2008/2009/2010) e vem interessando especialmente os colecionadores e curadores estrangeiros. O artista tem obras presentes nas maiores coleções européias e nas mais importantes coleções brasileiras. Dentro de alguns meses, será lançado, na Galeria Tempo, o livro completo sobre a série exposta em Pittoreco.

SOBRE A GALERIA

Criada em março de 2006, a Galeria Tempo dedica-se exclusivamente à fotografia e à vídeoarte. As sócias Carolina Dias Leite e Márcia Mello vêm criando um acervo que inclui fotografias históricas e contemporâneas de artistas brasileiros e estrangeiros. O espaço é um local de exposição e, ainda, presta serviços de curadoria, restauração e conservação de fotografia.

A galeria representa os fotógrafos Geraldo de Barros, German Lorca, Fernando Lemos, Milan Alram e Jacob Polacow (décadas de 40 e 50), Sonia Andrade, Ana Vitoria Mussi e Antonio Saggese (70), Christian Cravo, Renan Cepeda, Leonardo Aversa e Paula Trope (contemporâneos), Sebastião Salgado, Custódio Coimbra e Marc Riboud (fotojornalismo), além da própria Valéria Costa Pinto.

GALERIA TEMPO
De 23 de agosto de 2010 a 23 de outubro de 2010
Avenida Atlântica 1.782, loja E, Copacabana.
Tels: (21) 2255-4586 e (21) 2256-1740
De terça a sábado, das 11h às 19h.
www.galeriatempo.com.br

 
 
imprimir