tag cinema
precious cartaz


NOVO FILME "PRECIOUS" GANHA FORÇA COM APOIO DE OPRAH


Por Unit Team

Fotos Divulgação

A mais influente formadora de opinião dos Estados Unidos afirmou ter entrado tardiamente no projeto, tornando-se produtora executiva apenas depois que a história dirigida por Lee Daniels sobre abuso e redenção de uma adolescente da cidade grande estava quase pronta para os cinemas.
A julgar pela reação na exibição este fim de semana no Festival Internacional de Cinema de Toronto, há muito considerado plataforma de lançamento para as campanhas do Oscar, "Precious" tende a causar uma forte impressão no público geral e nos votantes da Academia.
"Ele é tão duro que suga o ar da sala no final do filme", disse Oprah a jornalistas antes da apresentação de gala do longa em Toronto.
"Acho que é uma coisa boa você ser levado a aquele nível de engajamento com esse filme", afirmou Oprah, sentada ao lado da atriz estreante Gabourey Sidibe, a protagonista do longa. "Um filme como esse aparece raramente."
Passado no Harlem em 1987, "Precious: Based on the Novel 'Push' by Sapphire" conta a história angustiante de uma adolescente obesa e ignorante chamada Claireece "Precious" Jones, grávida pela segunda vez do próprio pai.

Andando pela vida num silêncio pesado, Precious enfrenta um brutal abuso físico e emocional da mãe (Mo'Nique).
"Precious" é um drama corajoso, o tipo de filme de que gostam os que votam no Oscar. Mesmo assim, em meio à recessão, com o público preferindo histórias mais leves, "Precious" também conta à platéia uma história de sobrevivência e redenção.
O crítico do jornal Variety John Anderson disse que ele é "como um diamante. Claro, brilhante, mas muito duro."


Por fim, Precious encontra seu caminho numa escola onde uma professora alimenta a auto-estima da garota. A força da história vem de como ela supera os demônios que parecem dificultar todos os seus passos.
"Para as pessoas que enfrentaram esse tipo de situação, eu sendo uma dessas pessoas, a mensagem dele é de esperança", disse o produtor-executivo Tyler Perry, que disse ter crescido ao lado de um pai abusivo.

Fonte: Reuters

 

 
 
enviar