entrevista
entrevista

GEORGE SOARES – O CRIADOR DO PROJETO “BE FASHION – BE RIGHT – BE YOU”


Por Camila Fernanda Giacomeli
Foto João Américo

Como surgiu a campanha “Be Fashion, Be Right, Be You”?
Eu tinha acabado de sair de uma empresa de tecnologia, na qual trabalhava como gerente regional de novos negócios, e resolvi voltar a trabalhar com comunicação, marketing, publicidade, eventos, que foi o que sempre fiz. Abri uma agência, a KM&C, e estava produzindo um evento em Florianópolis junto com a FORD MODELS de Floripa. Íamos atrás de novos modelos em shoppings, daí resolvi incorporar algo social no evento. Tinha acabado de ter um descolamento total da retina do olho, que me fez perder a visão do olho esquerdo, temporariamente ou não, pois estou em tratamento, mas isso me fez repensar muita coisa no meu dia a dia. Escolhi um tema, que era o respeito à faixa de pedestre, mas como forma de respeito ao próximo. O evento foi ganhando corpo, íamos fazer também em Curitiba e Porto Alegre, foi quando o evento virou uma campanha de cidadania envolvendo a moda. Tivemos que mudar tudo!

Qual o principal objetivo da campanha Be You?
O Brasil é uma pais lindo, maravilhoso, mas aonde as pessoas ainda precisam de educação. Quando falo de educação, não estou falando só de educação acadêmica, mas da educação social, o respeito ao próximo. É muito bacana viajar para outros países e ver cidades limpas, praias sem lixos, carros que param na faixa de pedestre, ciclovias, respeito a cadeirantes, deficientes visuais e idosos, mas quando chegamos ao Brasil vemos que a história é bem diferente! E não é algo que depende só de políticas públicas, depende da educação familiar, conscientização! Não é algo fácil e nem se consegue fazer tais mudanças da noite para o dia, pois estamos falando de mudança cultural também. Precisamos pensar de forma PRÓ-ATIVA e não RE-ATIVA, e isso é algo muito difícil dentro da cultura do brasileiro. Queremos tocar nesse assunto de forma diferente, mostrando que a pessoa que segue essas regrinhas básicas diárias de educação é uma pessoa bacana, inteligente, moderna, “antenada”, diferenciada, “cool” e moda se encaixa nisso perfeitamente.

O projeto tem renda revertida para algum fim social?
Não temos apoio financeiro de nenhuma espécie. Não aceitamos doações e nem apoio financeiro público. Dependemos das pessoas que acreditam na campanha e que pensam como nós. Parece que virou moda criar ONGs para ter dinheiro público, e eu não quero ser comparado a mais um desses. Então, toda renda com eventos e venda de produtos são para custear a manutenção e expansão da campanha. Bancar custos com telefone, viagens, profissionais, desenvolvimento de produtos, produção, enfim, todo custo.

Em quais cidades o projeto está presente? Quais outras estão na rota?
A campanha agora é nacional e internacional! Estamos licenciando a campanha já para outros países. Não era algo que eu visava a curto prazo, mas aconteceu. Já estamos com licença fechada para França, Alemanha, EUA, Portugal, Itália e Ucrânia. Em cada país, vamos adaptar o tema. Na Ucrânia, vamos falar da violência doméstica contra mulheres. Nossa licenciada lá é uma estilista conhecida que sofre com isso e quer levantar essa bandeira lá.

Como é feito o convite aos participantes envolvidos?
Buscamos pessoas que sejam conhecidas no meio da moda, música, design, fotografia e artes, e que pensam como nós e que podem ser uma vitrine, um exemplo de cidadão modelo, aquele que as pessoas olham e admiram por algum motivo. Queremos que as pessoas se espelhem nele e queiram, de alguma forma, fazer a mesma coisa, que sejam contaminadas pela ideia de respeitar o próximo.

Quais os eventos e ações que a campanha leva para as cidades escolhidas?
A campanha vai viajar o Brasil com a BE YOU! ROAD SHOW. Serão 3 dias de eventos dentro de um shopping da cidade visitada. Vamos ter talk show sobre moda com os melhores profissionais de moda do Brasil que já nos apoiam, pocket show, Djs. Vamos montar um estúdio de fotografia no centro do shopping e mostrar como é uma produção de moda ao vivo, personal shopper com consultoria profissional, tudo isso em 3 dias. Além de ações de conscientização, como levar sacolinhas de lixo a banhistas nas praias, por exemplo, falando da importância de não deixar lixo na praia.

O resultado foi o esperado?
Ainda estamos no início. É muito cedo para falar em resultados, mas o que noto todo dia é que as pessoas começam a pensar mais nisso, a discutir sobre o assunto. Nossa página no facebook cresce todo dia, minha caixa de e-mail sempre tem muitos e-mails com pessoas elogiando, é um trabalho de formiguinha. Daqui a alguns anos, te respondo melhor essa pergunta (risos).

Quais nomes assinam e aprovam esta idéia?
Nossa, já tem bastante gente legal, mas podemos falar de Ocimar Versolato, Paola Robba, Tatjana Ceratti, Isabella Fiorentino, David Pollak, Lula Rodrigues, Angelita Feijó, Vanessa de Oliveira, Mônica Monteiro, Diego Cristo, Carol Ribeiro, os gêmeos Gustavo e Flávio Mendonça, os DJs mais tops do Brasil como Gui Borato, Mario Fischetti, Carlos Dall Anese, Renato Ratier e muitos outros, já somos quase 100! Dá para ver todos no nosso hall da fama no site. Lembrando que ninguém cobrou cachê. Todos são voluntários! Tem alguns nomes que queríamos muito convidar, mas, infelizmente, não ligam muito. O mundo da moda, além de glamour, tem muita vaidade e egos inflados demais, outros são megas carinhosos. A UNIT é um deles, sempre nos apoiou divulgando a campanha antes mesmo de virar algo grande. Muito obrigado de coração! Tem uma camisa da campanha que diz: IT ALL COMES BACK TO YOU. THE GOOD AND THE BAD.

Quem está na mira da campanha e quais são os próximos passos?
Queremos convidar algumas modelos tops que estão fora do Brasil. É meio complicado falar de nomes, pode atrapalhar. Mas pedimos até a ajuda das agências nesse sentido. Tem algumas modelos que me escrevem querendo ajudar, mas a agência complica um bocado. Alguns ajudam, outros atrapalham. Um pouco de boa vontade e uma horinha da agenda delas não vai complicar ninguém! Agora vamos entrar em estúdio para fazer as fotos dos nossos convidados e vamos agendar o calendário da BE YOU! ROAD SHOW.

Como os interessados podem participar?
Todo mundo pode participar. Compre uma camisa da campanha em nossa loja virtual (http://www.beyousite.com) e, assim, você já vai ajudar a campanha a crescer e a se manter. Mas, o mais importante, é falar com os amigos sobre a campanha, sobre o assunto, puxar a orelha do vizinho ou do conhecido mal educado, ou seja, espalhem a ideia. Os shoppings centers podem também nos procurar se quiserem receber o evento e pequenas lojas, bares, cafés, academias podem aderir ao nosso programa de parceria, BE YOU! PARTNER CLUB. Um restaurante, por exemplo, pode ser um restaurante parceiro e ser identificado com a logo da campanha para que todos possam identificar que ali tem um empresário preocupado com o próximo.

O projeto é focado apenas para profissionais de moda?
A moda é o alvo principal, mas tudo que gira entorno nós estamos mirando também. Moda tem a ver com música, com arte, com design, com imagem, bom gosto, com atitude. Então, esse é nosso target. ESTÁ NA MODA SER UM CIDADÃO MODELO!

 

 
 
imprimir