entrevista
entrevista

CHRIS NICKLAS | INFORMAÇÃO COM CHARME


Por Unit. Team
Fotos Divulgação

Símbolo da nova geração feminina, a apresentadora é considerada uma das mais charmosas da televisão. Antenada, moderna, bem-sucedida e mãe, não abre mão de estar informada sobre tudo o que acontece no universo fashion.

Você iniciou sua carreira como modelo. Estava em seus planos trabalhar na televisão?
Não, mas uma carreira foi consequência da outra. Na verdade, foi uma grande surpresa para mim quando me chamaram para fazer teste para a MTV.

O que você deixou para traz quando pensou em seguir esta carreira?
Quando minha carreira de modelo engatou, deixei para trás minha faculdade de Comunicação e quando me tornei VJ da MTV estava mais do que na hora de fechar minha carreira de modelo que já durava dez anos..

A MTV te projetou e abriu muitas portas. Em qual momento você percebeu que estava pronta e que era hora de mudar? 
A MTV teve a função de uma escola para mim, ali aprendi a ser apresentadora de tv. Não tenho formação em Jornalismo. Quando sai de lá, foi por motivos pessoais. Me casei e mudei para o Rio de Janeiro. Ao deixar a MTV, passei alguns anos tocando projetos de outra natureza, como ter meus filhos.

Você esteve à frente de diversos programas em seus oito anos na MTV. Em qual deles foi sua melhor experiência como apresentadora? 
Os programas que eram transmitidos ao vivo foram os que me apresentaram os maiores desafios. Eles são um grande exercício de autonomia, presença de espírito e jogo de cintura.  Entre eles estavam: Disk MTV, Resposta, e as coberturas de shows e festivais.

entrevista

Atriz, jornalista e VJ.  Qual destas experiências contribui para o seu sucesso como apresentadora?
Puxa… Não sou atriz e nem jornalista! Mas entendo que, dentre as coisas que faço hoje, encontram-se elementos dos dois.

Em seu programa Tamanho Único, no GNT, o conteúdo era totalmente voltado para o público apaixonado por moda. Como é um dia típico seu em busca de tanta informação?
A Temporada de Moda é a maior fonte de informação e a melhor maneira de ficar ligada no que está acontecendo no momento na moda. Mas o que acho mais interessante é olhar a moda como algo que está ligado aos movimentos cultural, econômico e social. A moda está em tudo!

De moda para a maternidade. Como surgiu o convite para essa nova empreitada?
Na verdade, venho correndo atrás disso há algum tempo. Depois que tive meus filhos, fiquei encantada com este universo e comecei a criar projetos pessoais, como um livro sobre minha experiência de ter tido gêmeos e um outro de DVDs sobre aleitamento materno. Quando o GNT soube disso, meu nome foi cogitado para estar à frente deste novo programa sobre famílias.

Você trouxe uma linguagem de moda nova para a televisão e conquistou milhares de fãs. Com seu novo programa, como ficam os que te acompanhavam?
Vou cobrir as próximas Temporadas de Moda normalmente. Acredito que as pessoas só vão conhecer um lado meu que não é muito divulgado.

Você é ecologicamente correta. Como você pratica este hábito no seu dia-a-dia?
Tento ser o mais ecológica possível. Reciclamos nosso lixo aqui em casa. Durante anos, contratávamos um caminhão para aspirar nosso esgoto e levá-lo para um estação de tratamento, pois minha rua não contava, até então, com as instalações próprias para isso. Sou muito ligada também em movimentos de adoção de animais e de controle de natalidade. Todos os meus seis gatos viviam nas ruas. Só temos um carro e é de segunda mão. Somos muito ligados a questões ligadas ao desmatamento. Enfim, fazemos as pequenas coisas que, se todos fizessem, a diferença seria visível nas nossas cidades.

Nos últimos anos, em seu programa de moda. o que não faltava eram dicas de consumo e da roupa certa para cada pessoa. Você é uma vítima da moda?
De forma alguma! Tenho pavor de tendências efêmeras! E meu closet é bem normal, nem parece que trabalho com moda. Tenho peças que uso há 20 anos! Roupas de qualidade incrível e atemporais.

O que não entra no seu guarda-roupa?
Balonê!

O que te deixa de bom humor?
Um tempo livre em casa com as minhas plantas!

Qual trabalho ainda não realizou e pretende fazê-lo ainda como apresentadora?
O meu projeto sobre aleitamento materno que estou inscrevendo nas leis para poder captar recursos junto à iniciativa privada para produzir.

Um lugar?
Maldivas.

No seu iPod?
Everything but the girl.

Não fica sem?
Meus gatos.

Não admite?
Violência contra animais e crianças.

www.chrisnicklas.com

 
 
imprimir