agenda
gourmet

NO MUNDO DAS MIL E UMA NOITES

Por: Leonardo Zanon
MTB 40.990/SP
Fotos Divulgação

Esse ano todos os olhares estarão voltados para a África do Sul, país que será sede de mais uma edição da Copa do Mundo. Porém, ao norte do continente, outro país tem muito do que se orgulhar.

O Marrocos esteve sob o domínio dos fenícios, dos romanos, até a chegada dos árabes. Mas, foi em 1904, devido a uma grande dívida que o sultão obteve com a França, que o local virou território europeu.

Assim, os franceses difundiram nesta época todas as suas bases culturais, incluindo suas vertentes gastronômicas.

Dinah Doctors é marroquina e aprendeu com sua mãe Paulette todas as dicas e segredos da preparação dos pratos. A sopa harira é um exemplo, que feito com lentilhas, grão de bico, arroz e legumes variados é tradicionalmente servida para quebrar o jejum do Ramadã, período sagrado para os muçulmanos.

Há nove anos, quando montou o restaurante Tanger, idealizou a principal casa de culinária marroquina de São Paulo. Com toques sofisticados, mas sem perder o tradicionalismo dos panos, cores e objetos metálicos, Dinah e sua filha Ariela, que hoje é a chef principal do restaurante, recriam e mesclam diversos ingredientes admirados por lá, como o couscous e os doces marroquinos, com suas receitas trancadas a sete chaves, junto às harmoniosas e diversificadas culinárias francesa e brasileira.

Para acompanhar cada garfada, nada das caipirinhas convencionais. O arak, um destilado de tâmara ou uva e aromatizada com anis, combina com qualquer fruta e remonta um clima das arábias.

Rua Fradique Coutinho, 1664
www.restaurantetanger.com.br

 
UNITYOU
 

imprimir