agenda
gourmet

BUDDHA BAR

Por Journal Assessoria
Fotos Divulgação

Conhecido internacionalmente Buddha Bar São Paulo reabre as portas, na Villa Daslu, após repaginação. Além de nova arquitetura e decoração, o restaurante ganha consultoria e cardápio assinado pelo renomado chef francês Erick Jacquin.  
A nova versão do Buddha Bar São Paulo é focada no conceito "bistrô-lounge". A casa chega mais intimista e aconchegante, sem deixar de lado sua marcante personalidade.
O hall de entrada, que atende o restaurante e o club, é luxuoso e foi batizado de "Blue Lounge" (patrocinado pela marca Johnnie Walker Blue Label). Decorado com dois lustres e cortinas douradas, o local chama a atenção pelo belíssimo azul escuro impresso nas paredes, no mini-bar e nos seus bancos.
O Buddha Bar - que está presente em diversas capitais mundiais e é referência internacional de alta gastronomia - é composto, na versão paulista,  por  um salão, com capacidade total para 88 pessoas sentadas, que convive harmoniosamente com os demais ambientes.
Logo na entrada, à direita, encontra-se o sushi bar. Com balcão e cadeiras à parte, o lugar destaca-se pela charmosa decoração. A particularidade desse espaço é reservado, principalmente, para os amantes da cozinha japonesa.
Mais adiante, dois bangalôs (patrocinados pela marca Veuve Clicquot), com capacidade para oito pessoas cada, também estão disponíveis para os clientes e são perfeitos para comemorações especiais.
Já à esquerda, localiza-se a cabine do DJ (residente: DJ Well), acoplada ao bar do restaurante. A imponente estátua símbolo (um buda dourado, importado da Índia), instalada ao lado do bar é, sem dúvida, o grande cartão de visita da casa.
A arquitetura e decoração são assinadas pelo designer alemão Rudolf Piper. Pioneiro dos clubs internacionais, Rudolf abriu sua primeira casa em Berlim e fez parte da época áurea da disco music, tendo trabalhado no lendário Studio 54, além do Palladium e Tunnel, todos na cidade nova-iorquina. No Brasil, Rudolf foi um dos responsáveis por trazer grandes empreendimentos como Lotus, Buddha Bar e Mokai.

gourmet

gourmet

A fusão das cozinhas asiática e francesa, oferecida no novo cardápio do Buddha Bar São Paulo, promete agradar os paladares mais refinados. Dois pratos "casados" (peixes e crustáceos), assinados pelo chef Erick Jacquin, são destaques entre as novidades do restaurante: robalo ao vapor com sashimi e palmito laqueado e salmão em duas versões: rôti mal passado ou sashimi. Além deles, o cardápio ressalta ainda:
Aperitivos: croque Monsieur de salmão aromatizado com wassabi, torrada de steak tartare agri doce e torrada de queijo brie e nozes com molho tare.
Entradas: salada de camarão com vinagrete de laranja, carpaccio de carne com vinagrete de mostarda e wassabi, rolo de legumes oriental com tartare de salmão e ervas frescas e fricassée de legumes orientais com frango.   
Sopas: veloutés de frango com cenoura e hortelã e consommé oriental de legumes e gengibre.  
Carnes e aves: paleta de cordeiro confitada, glaceada com vinho do Porto e abacaxi assado e escalope de avestruz ao molho de laranja, chocolate e pimenta.
Massas e risotos: risoto de frutos do mar com ervas frescas e penne com ragout de cordeiro.

gourmet

Pratos clássicos por Erick Jacquin: terrine de foie gras com mel e amêndoas, queijo de cabra assado com azeite de oliva e mesclum, steak tartare com batata frita e filé mignon ao seu gosto: molho mostarda, poivre ou rôti.
Sobremesas: éclair de chocolate gigante e crème brûllé de framboesa.
Já o chef Anderson Sousha oferece um cardápio com pratos que vão desde os tradicionais como o combinado "Buddha Bar" - até os mais exóticos compostos por sushis, sashimis, temakis, ceviches, makizushis e combinados. As sugestões do chef são as duplas de sushis, principalmente, as massaricadas feitas de vieiras importadas do Japão com azeite trufado, flor de sal, lascas de limão siciliano e molhos do chef e os de iguarias, além dos combinados "Amazon" (ceviche de lagosta, sushi de iguarias, sushi massaricados, uramaki Buddha Bar - recheado com salmão grelhado, cream cheese e aspargos envolto com guacamole prensado e "Kiss and Fly" (sushis de iguarias importadas do Japão, sushis marinados, sashimis e enrolados diferenciados.
O cardápio do bar, sob o comando do chef Aguinaldo Dornelas, traz 14 drinks especiais como Novo Buddha (220 ml) - rum, fava de baunilha, kiiwi e saquê, Big Buddha Brasil (920 ml) - mix surpresa do chef com bebidas típicas brasileiras e Big Buddha Paris (920 ml) - mix surpresa do chef com licores importados, além dos clássicos como o long drink Ibiza 43 - licor espanhol com 43 tipos de ervas e abacaxi e da "combinação" Dornellas Perrier (junção do sobrenome do chef com o nome da famosa àgua francesa) que é composto por  gim, licor de aniz, mix de tamarilo e água Perrier.  No restaurante, a carta de vinhos oferece 166 rótulos nacionais e importados. 

OS CHEFS
Erick Jacquin
Considerado um dos mais importantes chefs franceses, a cozinha de Erick Jacquin é sinônimo de alta gastronomia, representada por sabores, exotismo e criatividade.
Jacquin chegou ao Brasil em 1994, depois de trabalhar no conceituado restaurante Au Comte de Gascogne, em Paris.  Em São Paulo ele comanda a La Brasserie Erick Jacquin, inaugurada no bairro de Higienópolis, 2004, e o recente Le Buteque, nos Jardins.  

Anderson Sousha
A paixão pela culinária japonesa, influenciada, por uma religião segmentada que praticava na época, o motivou a persistir num sonho. Através de um amigo, Sousha foi treinado durante um ano e meio pelo chef Jorge Karauchi (ex-Suntory). Atuou também, entre 1997 e 1998, como ajudante de sushiman do seu mestre no restaurante Nuyuyoku. Durante a fase de transição, Anderson Sousha passou por outros restaurantes até chegar, em 2001, ao Companhia Asiática, seu primeiro trabalho como sushiman. No ano seguinte tornou-se sushiman do buffet Kuwazuru ao lado do chef Hiro Kuwazuru, aprimorando seus conhecimentos sobre os pratos tradicionais da cozinha japonesa. Em 2003 instalou-se no renomado restaurante Nagayama  onde trabalhou durante quatro anos como sushiman.
No final de 2007, Anderson Sousha foi contratado pelo Buddha Bar São Paulo, cumpriu um mês de treinamento na matriz parisiense e desde então, ele assina o cardápio japonês da casa. Em 2008, teve o prazer de ampliar seus conhecimentos ao lado do chef Masato Nakabayashi, do Little Buddha, de Las Vegas, durante uma curta temporada do chef na filial paulista.  Suas criações, baseadas nas fusões de cozinhas, que incluem pratos bem elaborados, muitas vezes com toques exóticos, coleciona elogios de importantes personalidades que tiveram o prazer de conhecer de perto o trabalho desse brasileiro que carrega dentro dele um pedacinho do Japão.

Buddha Bar São Paulo
Avenida Juscelino Kubitschek, 2041 (Vila Daslu), São Paulo – SP
Telefone (011) 3044.6181
www.buddhabarsp.com.br
Horário de funcionamento: jantar (terça a quinta-feira até o último cliente; sexta-feira e sábado, das 20h à 1h). Reservas até as 21h30.

 
voss
 

imprimir