luxo
luxo

VALENTINO GARAVANI. SINCE 1960

Por Evelyn Peres
Fotos Divulgação

A beleza sempre foi sua inspiração. Suas criações super femininas, extravagantes e luxuosas sempre enalteceram as silhuetas das mulheres mais chiques do mundo.

Italiano, nascido em Voghera, estudou moda na Itália e França. Abriu seu primeiro ateliê em 1960 na Via dei Condotti, renomada rua de Roma.

luxo

luxo

luxo

luxo

luxo

luxo

No final dos anos 60, Valentino conheceu Giancarlo Giannetti, um estudante de arquitetura que largou tudo para ser seu empresário e acompanhá-lo. Giancarlo, um empreendedor nato, fez com que os negócios de Valentino deslanchassem e, então, e este se tornou uma lenda viva no mundo da alta-costura, sempre prezando pela exclusividade, qualidade com muito estilo e elegância.

Valentino foi pioneiro no licenciamento de sua marca para o mercado internacional e o primeiro a contratar fotógrafos famosos para suas campanhas publicitárias.

Muitas ações envolvendo sua prestigiada marca foram acontecendo nos anos seguintes, inclusive premiações. Em 1996, foi honrado com o título Cavaliere del Lavoro, o reconhecimento máximo atribuído aos empreendedores que se destacaram no mundo econômico pelo governo italiano. Dez anos depois, foi condecorado com o título francês Chevalier de la Legion d'Honneur.

Grande destaque para a exuberante comemoração dos seus trinta anos de carreira, na qual a essência de suas criações foi exaltada por suas inspirações; o branco representou os sonhos e o vermelho, o famoso vermelho Valentino, representou a vida.

Criou vestidos de noiva para mulheres de gerações diferentes, desde Jacqueline Kennedy, Elizabeth Taylor até Jennifer Lopez e, para a surpresa da indústria, anunciou sua aposentadoria em 2007.

Escolheu o Museu Rodin em Paris para apresentar seu último prêt-à-porter em grande estilo e, muito emocionado, despediu-se de seus fãs após 45 anos de trabalho. E que trabalho!

Seu império foi vendido para um conglomerado e é comercializado no mundo inteiro. Valentino criou o seu próprio museu em Domaine de Wideville, em sua mansão do século XVII localizada nos arredores de Paris, com um acervo de mais de dez mil obras, preservado com sua dedicação, a qual conserva sua história.

Se você gosta de Valentino, não pode deixar de assistir o documentário “Valentino: O Último Imperador” (Valentino: The Last Emperor 2008 - Matt Tyrnauer), simplesmente um luxo.

 

evelynperes@gmail.com

 
 

imprimir