agenda

LIMA | UMA VIAGEM AO PASSADO

Por Vanessa Piccoli MTB - 52.678/SP
Fotos Divulgação

Viajar para Lima, no Peru, é estar em meio à cultura moderna misturada com muita história das culturas pré-colombianas que, até hoje, não foram totalmente desvendadas e nos deixam uma grande curiosidade acerca da origem desses povos antigos.
Lima foi fundada em 1535 pelo espanhol Francisco Pizzaro com o nome de Ciudad de Los Reyes e traz muita história. Quem vai à cidade de cerca de 8,5 milhões de habitantes não pode deixar de conhecer o Centro histórico, que foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, em 1988, onde se localizam a Praça de Armas, o Palácio do Governo, o Palácio do Arcebispal, a Praça Bolívar, em que fica o Museu da Inquisição, nem a Catedral de Lima ou o Convento de São Francisco, lugares onde se concentra grande parta da história do país, além de apresentar maravilhosas arquiteturas.
Para contrastar o antigo e o moderno, o bairro de Miraflores é uma boa opção para hospedagem e turismo. Lá, concentram-se diversas ruínas arqueológicas, ótimas opções de restaurantes e hotéis, além de ter uma agitada vida noturna. A Igreja de São Francisco, o lugar mais impressionante da cidade, não fica em uma praça, mas nas esquinas das ruas Lampa e Ancash. Construção de extraordinária beleza tem em seu subsolo catacumbas com mais de 70.000 esqueletos dispostos em círculos concêntricos e iluminados de um jeito especial.


A biblioteca possui 25 mil volumes diversos e em vários idiomas, com temas ligados à religião e conversão, e conta uma boa parte da história da região, o espaço aguarda verbas da UNESCO para restaurações. O Parque del Amor é um dos mais belos lugares e preferido dos casais por ter uma vista maravilhosa do pôr-do-sol através do penhasco que proporciona a vista para o Oceano pacífico. No centro do parque, há uma escultura de Victor Delfín (El Beso) com um casal envolto em um abraço e um beijo.

Outro passeio imperdível é pelo Santuário “Pachacamac”, deus criador do mundo, datado do ano 1800, já foi considerado como a igreja mais importante da costa do Peru. Visitar os templos sagrados e locais de adoração é uma oportunidade incrível. Através de escadas e rampas, chega-se ao topo, de onde é possível observar o “Vale de Lurin” e o “Oceano Pacífico”.

Já o Museu Larco, que possui mais de 45 mil peças, destaca-se pela diversidade em estilos de cerâmicas encontradas em catacumbas. Artigos feitos com ouro, prata e tecidos também fazem parte do acervo que apresenta mais de 3 mil anos de história. Nesse museu, há duas salas com um acervo curioso, com peças eróticas pré-colombianas que reproduzem os órgãos sexuais masculino e feminino, em jarras e vasos. E o Museu Arqueológico e Antropológico do Peru tem um acerto da história das culturas mais antigas do país, desde os Incas, além da coleção das culturas Chimú, Tiahuanaco, Pucará, Paracas e Nasca, com cerâmicas, metais, tecidos e restos humanos conversados com técnicas surpreendentes até os dias atuais.

 

Mais informações | Fenix Operadora | Telefone 011-3120-7200 | www.fenixtur.com.br
Para saber mais sobre o Peru | www.peru.travel

 
 
 
imprimir